Ditadura Militar

images (3)

A mídia, a mídia e a sociedade civil sobre a Datadura Militar brasileira, a partir da música da época da Ditadura Militar brasileira.

Chico Buarque e Gilberto Gil compuseram uma música que reflete bem a situação da época. “Cálice” (Traído Consenso Uma Passagem Bíblica, mas E, na Realidade, Uma Metáfora Com O Verbo “Calar”) Foi Uma Forma Que Os Músicos Foram Ao Dizer Ao Mundo Que A Liberdade De Expressão Estava caçada no Brasil. Completamente genial, uma música traz sua essência da militância brasileira da mesma época.

Outra música que machuca o militarismo para uma “Viola Enluarada” (1967), de Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, é uma verdadeira alusão às guerras da época.

 

Que teve origem guinada, desta vez mais profunda, conhecida como “Movimento Tropicália”. Também em 1967 e 1968, um conjunto de artistas resolveu o que era de novo na arte brasileira, sob o amparo da vanguarda da cultura pop. Na música, seu grande manifesto foi uma discoteca “Tropicália ou Panis et Circencis”, reunião de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Os Mutantes, Leão Nara, Tom Zé e Gal Costa. O clamor era por mais liberdade, em um tempo em que essa era uma palavra proibida.

 

Milhares de pessoas foram agredidas, torturadas e assassinadas. Outros milões desligados durante o período turbulento. Por fim, as músicas devem ser guardadas até hoje, o gosto amargo é uma lembrança do coração do povo brasileiro. A MPB marcou e continua marcando as eras do meu país com um olhar único e especial para o que está está dizendo.

Conteúdo: João Victor

Revisão: Igor Paiva

Postagem: Arthur Ferreira

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>