Novo Anime da Netflix: Forest of Piano


Um anime ótimo para quem gosta de música e piano, críticos disseram que esse anime é uma
obra de arte de alta qualidade….pra quem gosta de música clássica.

1

Com um ar dramático leve, tão leve que até crianças se sentiriam confortáveis em assistir. Seu
enredo pode ser um pouco entediante para algumas pessoas que não curtem música nem
piano. O anime já tem sua versão dublada (feita pela Netflix), o anime que foi separado em
três partes, muitas pessoas criticaram que as primeiras duas partes do anime não foram tão
claras e na terceira parte o jogo vira! O enredo fica com mais clareza, mais rumo e fica muito
melhor por isso se quiser dar uma chance pro anime (pra qualquer um, na verdade) veja até o
final ou até quase, Forest of Piano não é o único e primeiro anime a ser assim.
2
Abraçando vários temas ao mesmo tempo o que deixa o enredo confuso e um pouco tortuoso,
o anime é ótimo para crianças e jovens porque aborda muitos temas ótimos para essa faixa
etária. Forest of Piano vai te impressionar com seu olhos e ouvidos, tanto a arte quanto a trilha
sonora são ótimos e agradáveis
3
Duas crianças viram amigas por causa de sua paixão mútua que é tocar piano, seus nomes são
Kai Ichinose e Shuuhei Amamiya. Kai, o que aprendeu sozinho, é um menino pobre, que tem
sua mãe como prostituta e que usa um piano que foi jogado fora que se localiza em uma
floresta, já Shuuhei é o contrário vindo de uma família rica e famosa, seu pai sendo um grande
e famoso pianista do Japão. Kai e Shuuhei tem uma rivalidade amigável, mesmo suas origens
sendo tão diferentes os dois se desafiam constantemente.
4
E claro um anime que vale a pena assistir principalmente se você é apaixonado pela música ou
piano

 

Autor: Gabrielle Reneé

Postado: Laís Belfort

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>