O Galaxy note 9, Da Samsung, Vai ser apresentado dia 9 de agosto


A chegada de um novo phablet da Samsung é inevitável, e pelo menos, agora, a gente já sabe
quando a empresa sul-coreana vai mostrar o Galaxy Note 9: no dia 9 de agosto.
Ao ver o vídeo do teaser de 20 segundos do lançamento, não dá para concluir muita coisa. Nele,
são mostradas algumas imagens em detalhe de uma caneta stylus que parece muito com a
presente no Galaxy Note 8, com aquele botão no lado direito que poderia ser usado para abrir
alguns apps em específico ou apagar algum traço.
Por ora, a única coisa nova mostrada no vídeo é uma cor diferente para a caneta, em um tom de
amarelo, o que parece ser uma cor interessante para o Note 9 comparada com a cor orquídea
acinzentada do Galaxy Note 8 e o azul coral que estreou no Note 7, que, como sabemos, não teve
vida longa. O único produto que eu já vi que tem um tom parecido de amarelo é o da BMW M4, uma
cor que a fabricante alemã chama de “Austin Yellow”.
Sobre as outras características do Galaxy Note 9, os rumores dão conta de que ele terá o
processador Qualcomm Snapdragon 845, 6 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento (com
grande probabilidade de haver versões com mais espaço), junto com uma tela de 6,4 polegadas.
Segundo o Korea Herald, o Note 9 contará com uma na versão da assistente digital da Samsung,
chamada de Bixby 2.0, que deve expandir as capacidades de reconhecimento de imagem,
assistente pessoal e de recursos para compra de maquiagem.
No entanto, quando o assunto é o aguardado leitor de digitais sob a tela do Note 9, as coisas ainda
não estão muito claras. Há alguns meses, um registro de patente descoberto pelo 91 Mobiles dava
conta de que o Note 9 teria um leitor de digital na tela do smartphone. No entanto, informações
recentes vazadas pelo onleaks sugerem que o recurso não estará presente no Note 9.
Para mim, uma especificação em que a Samsung pode vacilar no Note 9 é a capacidade de bateria.
No ano passado, o Note 8 tinha apenas 3.300 mAh, o que é pouco, comparado com a bateria de
3.500 mAh do Galaxy S8+. E, embora a autonomia do Note 8 seja bem decente, com 10 horas e 21
minutos, a linha Note da Samsung foi feita justamente por seu poder, produtividade e alto
desempenho. Então, ter uma bateria do Note 8 menor que outros dispositivos Galaxy foi bem
esquisito. Aguardo algo próximo a 4.000 mAh.
Mas, além das escolhas dos componentes e uma firula aqui e acolá, a Samsung tem que responder
a uma importante questão com o lançamento: como fazer um Note 9 que seja mais que apenas um
Galaxy S9+ com uma caneta stylus?
No ano passado, o Note 8 estreou a câmera dupla na traseira, o que foi certamente uma boa adição,
mas não foi nada revolucionário, considerando que Apple e Huawei já tinham implementado
recursos similares em smartphones anteriores. Minha preocupação é que os smartphones com
stylus sejam como os smartphones com teclados físicos — um recurso interessante para alguns,
mas com popularidade decadente.

Fora todos esses rumores, este pode ser o Note 9 que deve antecipar o aguardado smartphone com
tela dobrável. Isso significa que o aparelho lançado no dia 9 de agosto deve ser muito bom, ou ele
corre o risco de ser esquecido quando a próxima geração de dispositivos futuristas for lançada.

 

 

Feito Por: Thales Oliveira
Editorial: Vinícius Borges

Central: Laís Belfort

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>